Animais chegam pelas correntes marítimas e são mais perigosos do que as águas-vivas comuns 

Após a notícia publicada pelo DIARINHO sobre a presença de caravelas-portuguesas na praia Central em Balneário Camboriú, o Instituto Ambiental de Navegantes (IAN) lançou uma nota de alerta aos banhistas para que fiquem atentos à presença desses animais na praia. Segundo o órgão, é comum o surgimento das espécies nessa época do ano.
O superintendente do IAN, Marcos Zaleski de Matos, explica que as caravelas são pequenas colônias de animais marinhos que causam queimaduras ao entrar em contato com a pele. Elas chegam pelas correntes marítimas e são consideradas mais perigosas do que as águas-vivas comuns.
“Elas possuem cores translúcidas e vibrantes, o que chama a atenção em especial de crianças, por isso, é muito importante a orientação para que fiquem longe e não toquem nesses organismos”, alertou Marcos.
Ele ainda observa que, se houver o contato físico, os primeiros socorros devem ser feitos ainda na praia, pelos guarda-vidas, que possuem treinamento para atender esse tipo de ocorrência. Lavar com água do mar e aplicar vinagre na região pode minimizar os efeitos. Se necessário, é preciso buscar ajuda médica.
O superintendente destaca ainda que em Navegantes, a sinalização com a bandeira roxa indica a presença desses animais na área. Nesse caso, o ideal é procurar outro local da praia para entrar no mar. Outra dica é ficar de olho na areia, pois elas também são encontradas fora d’água.

Noticia retira: A referência
https://www.diarinho.net/materia/631686/Presenca-de-caravelas-portuguesas-no-litoral-preocupa-autoridades–

Recommended Posts