Tudo o que você precisa saber para ter unhas sempre fortes e bonitas

Especialistas contam como prevenir e corrigir a fraqueza e descamação

Fonte: Daquidali
ELIZABETH HACHEM/DIGITAL VISION

Muitas mulheres sonham com unhas longas e bonitas, mas a descamação e a quebra parecem ser problemas constantes. Para te ajudar a mantê-las sempre fortes e bonitas, oDAQUIDALI conversou com especialistas, que revelam os erros que favorecem a fragilidade e os cuidados que você deve adotar já.

INVISTA EM HIDRATAÇÃO

Um dos primeiros fatores para manter a saúde é apostar na hidratação, que deve ser feita semanalmente. “Precisamos evitar o ressecamento que forma fissuras e rachaduras, além do desfolhamento das pontas. Reserve ao menos uma noite para deixar as unhas sem esmalte e aplicar cremes para as mãos ou especiais para as unhas. Você deve ficar de olho nos ativos, porque é importante que contenham UREIA, SILICONES, DIMETICONES, LANOLINA, GLICERINA, PANTENOL OU ÓLEOS NATURAIS, como o de amêndoas ou avelã. Para as que já estão muito fragilizadas o recomendado é ficar uma semana sem esmalte, fazendo uso diariamente”, explica a dermatologista LIGIA KOGOS.

BASES FORTIFICANTES

Bases fortificantes ajudam a corrigir fraqueza e descamação. Foto: Valua Vitaly/Hemera

BASES FORTIFICANTES AJUDAM A CORRIGIR FRAQUEZA E DESCAMAÇÃO. FOTO: VALUA VITALY/HEMERA

Existe um grande leque de opções de bases fortificantes no mercado, e elas podem ajudar se você não tiver nenhum tipo de sensibilidade a fórmula: “Se não houver alergia essesESMALTES INCOLORES COM FORMALDEÍDO, QUE É O FORMOL, AJUDAM MUITO. Eles contêm cálcio e queratina, e muitos dermatologistas até prescrevem loções manipuladas com estes ingredientes. Pode aplicar sempre que esmaltar, ou sozinho, porque confere um bom endurecimento”.

ALIMENTAÇÃO E SUPLEMENTAÇÃO

Uma alimentação rica em proteína e ferro é outro ponto importante no fortalecimento das unhas, e pode ser interessante suplementar. “OS AMINOÁCIDOS QUE ESTÃO NOS COMPLEXOS VITAMÍNICOS AJUDAM A FORTALECER, são eles a biotina, cistina e pantotenato de cálcio. O colágeno também pode auxiliar. Para quem é vegana ou vegetariana é preciso ficar mais atenta ao ferro e a proteína, que muitas vezes faltam”, indica.

LIXAR QUANDO NECESSÁRIO

Notou que a pontinha descamou ou quebrou uma lasquinha? “SEMPRE TENHA UMA LIXA À MÃO, porque se você tem um trauma, está com a borda irregular ou descamando, lixar logo evita que isso se aprofunde e se espalhe por toda a unha”, conta.

ENFRAQUECIMENTO NORMAL X DOENÇAS

Uma dificuldade comum está em reconhecer até que ponto a fraqueza das unhas é normal, e tudo vai depender de como ela responde aos cuidados. “Se você tem fissuras verticais, desfolhamento e fraqueza e as MEDIDAS COLOCADAS ACIMA NÃO MELHORAM, É BOM INVESTIGAR. Quando as unhas estão saudáveis elas ficam bonitas até sem esmalte, são rosadas e tem as pontinhas mais claras se estão longas. Se nada fez efeito na melhora, e você tem cutículas avermelhadas e inchadas, unhas descoladas, com cantos com coloração amarelada ou branca, é bom procurar um médico”, alerta.

OS ERROS QUE FAVORECEM O PROBLEMA

CONTATO COM PRODUTOS

Contato com produtos de limpeza é prejudicial. Foto: ferlistockphoto/iStock

CONTATO COM PRODUTOS DE LIMPEZA É PREJUDICIAL. FOTO: FERLISTOCKPHOTO/ISTOCK

Você não costuma proteger as mãos ao utilizar produtos de limpeza? “Esse é um dos principais erros, junto com lavar louças. É ideal proteger mesmo que as unhas não estejam esmaltadas, porque algumas substâncias podem enfraquecer”, adverte a manicureCONCEIÇÃO PIMENTEL, da Esmalteria Nacional.

GESTOS INCONSCIENTES

Pode parecer inofensivo, mas aquele dedinho na boca pode ser muito mais responsável pelas quebras do que você imagina. “Muita gente não dá importância a estes gestos que são quase inconscientes, mas que tiram a força das unhas, como LEVA-LAS À BOCA, MESMO SEM ROER, OU FICAR GERANDO ATRITO COM CLIPES E OUTROS OBJETOS”, revela a doutora Ligia.

LIXAR A SUPERFÍCIE

Há quem lixe a superfície das unhas na esperança de aumentar a durabilidade da esmaltação, mas esse é um procedimento que não vale a pena. “Se você não vai aplicar uma unha artificial, que realmente precisa desse processo, não deve fazer. Lixar assim é prejudicial e enfraquece, e VOCÊ TEM PRODUTOS COMO AS BASES NIVELADORAS QUE JÁ AUMENTAM A ADERÊNCIA e ainda igualam sem danos”, esclarece Conceição.

USO FREQUENTE DE ACETONA

A acetona é um dos itens mais utilizados para a remoção do esmalte, mas, apesar de sua eficácia, ela pode representar um perigo, como fala a manicure: “Ela é muito forte e também gera enfraquecimento se usada constantemente, porque É COMO UM SOLVENTE QUE PODE PREJUDICAR A QUERATINA DAS UNHAS. Existem removedores mais leves e até com óleos hidratantes, como o de semente de uva, que diminuem a atuação dos solventes e não agridem tanto”.