Resgate Social atendeu 191 pessoas na Operação Festas de Outubro

Do dia 1º de outubro até esta segunda-feira (23), 191 pessoas em situação de rua foram atendidas por profissionais do Resgate Social, que com o apoio de agentes da Guarda Municipal, fizeram a abordagem de pessoas nesta situação ou em vulnerabilidade social. As ações que levaram a este número fazem parte da Operação Festas de Outubro, organizada pela Secretaria de Inclusão Social e Secretaria de Segurança com o objetivo de controlar o fluxo migratório decorrente das festas que ocorreram este mês em municípios vizinhos a Balneário Camboriú.

Estas 191 pessoas atendidas, mais as reincidências ocorridas, geraram 221 encaminhamentos à Casa de Passagem do Migrante e 67 passagens de retorno, quando solicitadas, a cidades de origem. Destas pessoas, 42% relataram que vieram ao município em busca de emprego, 34% declararam ir de cidade em cidade sem rumo definido e 17% delas possuem famílias em Balneário Camboriú ou cidades limítrofes.

Os atendimentos computados este ano aumentaram apenas 5% em relação aos números do ano passado. Para o diretor do Departamento de Resgate Social da Secretaria de Inclusão, Eder Clemente, havia a expectativa de que os números deste ano aumentassem 20% em relação a 2016, dado o grande aumento de pessoas que chegaram diariamente neste período ao município em razão das festas de outubro ou em busca de emprego.

Para o diretor do Resgate Social, Eder Clemente a Operação foi eficiente. “Ajudamos quem necessitava, e orientamos incessantemente as pessoas que vieram a Balneário Camboriú apenas com o intuito de ficar nas ruas em situação de mendicância, principalmente aquelas que têm vínculo aos entorpecentes”, declarou o diretor. “De forma alguma estamos proibindo a permanência destas pessoas no município, mas salientamos que como qualquer cidadão que chegue a nossa cidade, as pessoas em situação de rua também tem que respeitar as Leis de Conduta vigentes, por isso temos coibido a prática de mendicância e a aglomeração de pessoas alcoolizadas em vários pontos da cidade”, completou.