Polícia Civil prende funcionário público municipal que se passava por policial federal

Balneário Camboriú - A Polícia Civil, por meio da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), prendeu em flagrante, na quinta-feira, 17, em Balneário Camboriú, um funcionário público municipal que fazia parte do Conselho Estadual de Combate à Pirataria (CECOP) e se apresentava como Agente da Polícia Federal. Como andava armado sem ter o porte, ele foi preso em flagrante por usurpação de função pública e porte ilegal de arma de fogo.
O flagrante foi durante uma ação de repressão à pirataria, coordenada pela Divisão de Defraudações (DD) na DEIC e Receita Federal,realizada no Camelódromo de Balneário Camboriú. Nesta operação, o conduzido portava ostensivamente uma pistola Glock, calibre .380, modelo G-28, e estava com um distintivo de agente do Poder Judiciário Federal pendurado no pescoço. A equipe da Divisão de Defraudações (DD) da DEIC desconfiou da conduta dele e pediu sua identificação funcional. Como ele não possuía carteira funcional de Agente da Polícia Federal, tampouco de Agente do Poder Judiciário Federal, e nem porte de arma, foi preso em flagrante.
O preso foi Secretário Adjunto de Segurança e Defesa do Cidadão do Município de Florianópolis, durante quatro meses, no ano de 2014 .
 
"Colabore com a Polícia Civil. Denuncie. Disque 181".