Projeto com brinquedos inovadores, inédito no país, será desenvolvido em escola de Balneário Camboriú

A manhã desta quinta-feira (18) foi de aprendizado para as educadoras do Núcleo de Educação Infantil Carrossel, de Balneário Camboriú. Elas conheceram o “ROPE”, robô criado pelo Laboratório de Inovação Tecnológica na Educação (LITE) da Univali, que será o novo colega de classe dos alunos do núcleo. As professoras aprenderam como utilizar o brinquedo, que terá a missão de desenvolver diversas habilidades nas crianças, como programação, lógica e matemática. Balneário Camboriú será o primeiro município do país a adotar o uso de brinquedos de programar de forma sistemática na Educação Infantil.

São três brinquedos que têm a aparência de um robô simpático que pode ser programado pela criança apenas pressionando botões. São quatro botões direcionais, que fazem o robô andar para frente, para trás e girar para os lados, e ainda um botão para a execução dos comandos. “Para o robô sair de um labirinto, por exemplo, a criança vai ter que programar essa ação. Ela vai clicar para ele dar os passos para a frente, um pra direita, outro pra esquerda e depois vai apertar o botão de execução. Depois de acionado este botão, o robô começará a andar, obedecendo os comandos e a criança vai ver se acertou ou se terá que refazer a programação para que o brinquedo execute esta tarefa”, contou a mestranda em pedagogia, Tatiane Martins do Rosário, uma das pesquisadoras do projeto. Tapetes de atividades também foram desenvolvidos

Junto com eles, serão entregues também materiais de apoio à sua utilização, assim como serão realizadas seções de formação dos professores para melhor uso da inovação junto às crianças. O Projeto ROPE – Brinquedos de Programar foi desenvolvido para crianças de 05 a 07 anos, faixa etária em que o lúdico é essencial para o aprendizado. “A nossa ideia foi levar tecnologia inovadora para a educação infantil, sem levar as crianças para um laboratório de informática, conectadas em frente a tela do computador. O robô estará na sala de aula ou em qualquer outro espaço do ambiente escolar, e vai permitir o contato direto dos alunos, que serão os responsáveis pela sua programação. São eles que vão dar os comandos ao brinquedo”, contou o coordenador do projeto e do Laboratório de Inovação Tecnológica na Educação (LITE) da Univali, André Luis Alice Raabe.

Os brinquedos possibilitam que a criança realize atividades lúdicas que trabalham conceitos importantes como a resolução de problemas, número, estimativas, a lateralidade e outros aprendizados fundamentais nesta fase do desenvolvimento infantil. A iniciativa se tornou possível devido ao apoio do Ministério Público de Balneário Camboriú ao Projeto de extensão Robô Programável Educacional (ROPE) realizado pelos alunos e pesquisadores do Laboratório de Inovação Tecnológica na Educação (LITE) da Univali. Além do NEI Carrosel mais dez núcleos serão atendidos ainda em 2017. O lançamento do programa será no dia 25 de maio, às 14h, no Auditório do CEM Vereador Santa.

Saiba mais sobre o ROPE
A concepção e produção dos brinquedos é resultado de um esforço continuado de pesquisa da Univali que contou com pesquisadores do Mestrado e Doutorado de Educação trabalhando em conjunto com pesquisadores do Mestrado de Computação Aplicada e dos cursos de Engenharia de Computação, Ciência da Computação e Design. O projeto do brinquedo foi evoluindo gradativamente considerando simultaneamente as necessidades e potenciais de desenvolvimento da criança e os desafios de eletrônica, engenharia e design para sua produção a um baixo custo. “O brinquedo é resultado de mais de 3 anos de pesquisas. O projeto inclusive recebeu a chancela da Sociedade Brasileira de Computação como sendo um projeto altamente inovador e potencial impacto social”, comenta Raabe.

Fonte: Assessoria de Imprensa PMBC