Festas da região movimentam Balneário Camboriú

Chapéu tirolês e canecas de chopp penduradas ao longo do corpo. Essa indumentária identifica muitos dos turistas que Balneário Camboriú recebe em outubro por causas da Oktoberfest, de Blumenau, uma das principais festas da região. Por ter quantidade de leitos superior à das cidades vizinhas, Balneário Camboriú é o destino certo daqueles que vêm para as festas e aproveitam as belezas do município. Ou vice-versa: vêm para aproveitar as praias da cidade e estendem a visita às festas. Além da Oktober, ocorrem neste mês na região também a Marejada, em Itajaí, e a Festa Nacional do Marreco (Fenarreco), em Brusque.

O objetivo de oito amigos de Fortaleza (CE) é se divertir na Oktoberfest. O grupo chegou a Balneário na quinta-feira (05) e, nos dois dias seguintes, se deslocou para Blumenau. Escolheram Balneário para se hospedar porque tinha vaga. Mas ficaram encantados com a cidade. “A culinária é muito boa. A cidade é muito bonita, limpa e organizada”, ressaltou o comerciante Francisco Oliveira.

“Achei essa cidade lindíssima e limpa. O pessoal aqui tem mania de limpeza. Pretendo voltar outras vezes”, disse a enfermeira Clara Medeiros Holanda. Os turistas do Ceará almoçavam em um restaurante do Centro nesta segunda-feira (09). Proprietário do estabelecimento, Wilson Woiciechowski, conhecido como Billi, revela que o movimento aumenta 80% no seu restaurante em outubro. O ponto alto será no feriadão do dia 12, de Nossa Senhora Aparecida. Woiciechowski recebe os clientes por meio de pacotes que fecha com grupos e também via captação de turistas na rua. Vestidos com indumentária típica alemã, funcionários estimulam os pedestres a conhecer o restaurante, assim como fazem os outros estabelecimentos, principalmente do Calçadão.

Se as praias balneocamboriuenses não foram o foco dos turistas cearenses, para o grupo de argentinos da Província de Misiones, elas sempre serão. A professora aposentada Nivia Hofmann e amigos desembarcaram em Balneário na sexta-feira (06). Nesta segunda-feira (09), eles planejavam ir a Blumenau. “Há 20 anos que venho para Balneário Camboriú. Já estive em Maceió (AL), mas gosto mais daqui. A praia é limpa. O que mais me agrada na cidade é a alegria e o conforto”, elogiou Nivia.

Com 19.466 leitos, Balneário Camboriú torna-se a cidade-dormitório durante as festas regionais. “Desde maio, a cidade tem apresentando crescimento no número de turistas. Somos a cidade-dormitório no período das festas, mas temos os equipamentos que atraem os turistas para cá, porque além de dormir aqui, o visitante quer vivenciar o que Balneário Camboriú oferece”, comentou o secretário interino de Turismo, Nelson Oliveira.
Hoteleiros esperam 90% de ocupação no feriado

Com três festas importantes na região e um feriadão de quatro dias, os hoteleiros estimam uma ocupação de 80%, número que pode chegar a 90%, dependendo do clima para o período.

A vice-presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (Sindisol), Dirce Fistarol, afirma que este será um feriado melhor que o do ano passado, em razão de o dia 12 cair em uma quinta-feira, trazendo uma folga de quatro dias para moradores e turistas. “Ano passado, atingimos apenas 65% de ocupação, pelo feriado ter caído na quarta-feira. Este ano, o número será muito melhor em comparação a 2016.”

“Será um dos feriados mais movimentados em Balneário Camboriú. Aquecerá a economia e dará um gostinho do que esperar para a alta temporada”, afirma o secretário interino de Turismo, Nelson Oliveira.

A movimentação de ônibus de turismo na cidade também está alta. Entre os dias 1º até o domingo (08), o Portal de Informações Turísticas (PIT) recebeu 143 ônibus, o que contabiliza 5.119 mil passageiros. No mesmo período do ano passado, foi registrado 99 ônibus e 3.604 mil passageiros.